Leituras

Luciana Buarque

Inspirações de Luciana Buarque: Beto Faria

 Luciana Buarque continua suas postagens com imagens de artistas que a inspiram. Como colaboradora do Vestindo a Cena, adiciona suas impressões, deixando aqui dicas de referências. Nossa equipe, como sempre, acrescenta informações sobre o que ela nos traz. Boa viagem!

 

Beto Faria

(por Luciana Buarque)

 

Beto Faria é um arquiteto e artista plástico paulista de traços muito singulares. Sua caligrafia é inconfundível.

desenho de BETO FARIA

Ao olhar um desenho seu, independente do tema, parece que vejo retratada a cena de uma brincadeira, tamanha diversão e alegria de suas obras. De tão lúdico, seu trabalho nos remete ao que temos de mais antigo em nossas memórias, como se entrássemos na tela para uma viagem ao aconchego da infância, a bordo de um dirigível ou de um fusquinha.

BETO FARIA (1)

Tomada desse sentimento, o convidei a desenhar os painéis de um projeto teatral. O lirismo de seu desenho ampliado invadiu a cena e enriqueceu de poesia o ambiente cenográfico. Parecíamos sentir o cheiro do jardim e dos livros traçados nas telas.

 

SALA- A CALIGRAFIA DE DONA SOFIA

 

 

PRAÇA---A-CALIGRAFIA-DE-DONA-SOFIA

 

 

JARDIM---A-CALIGRAFIA-DE-DONA-SOFIA

 

Lúdico e lírico: essa é a combinação inspiradora de sua arte.

 

 

Biografia

(por Vestindo a cena)

 

Beto faria é arquiteto, designer de interiores, ilustrador e artista-plástico. Ele é sócio em um escritório de arquitetura que atua com projetos residenciais, comerciais e institucionais desde 1985.

 

BETO FARIA (9)

 

 

São seus os desenhos do cenário da peça “A Caligrafia de Dona Sofia”, em que Luciana Buarque fez a direção, dramaturgia, cenários e figurinos. A peça aconteceu na Casa França-Brasil, no Rio de Janeiro, nos dias 06 e 07 de dezembro de 2014.

 

A CALIGRAFIA DE DONA SOFIA (21)

 

 

Sobre “A Caligrafia de Dona Sofia”

 

A peça é uma adaptação, realizada por Luciana Buarque, do livro A Caligrafia de Dona Sofia (Editora Paulinas), de André Neves.

 

A CALIGRAFIA DE DONA SOFIA (13)

 

 

Dona Sofia é uma professora aposentada que dedica parte de seus dias cultivando flores em seu jardim. Na outra metade do dia, escreve poesias na parede de sua casa. Gosta das palavras ao seu alcance e não guardadas nos livros. Em cada recanto, cada pedacinho de parede, lá estão os poemas de que mais gosta. A paixão de Dona Sofia pela poesia e pela literatura transformou sua casa em um imenso livro. Quando todas as paredes da casa estavam repletas de sua caligrafia, não havendo mais espaço vazio, Dona Sofia teve a ideia de fazer cartões poéticos-florais e difundir seu amor pela poesia e pelas flores.

 

A CALIGRAFIA DE DONA SOFIA (25)

 

O carteiro Ananias encantado por aquela casa, aquele livro gigante cercado de jardim, se dedicou a entregar os cartões que Dona Sofia fazia. Aos poucos, a poesia foi tomando conta de todos os moradores da cidade, descortinando um mundo de sonho, beleza, sabedoria e imaginação no espaço público, nas ruas e nas praças.

 

Carteiro 4

 

Assista ao vídeo da peça:

 

Obs.: A Casa França-Brasil, um espaço da Secretaria de Estado de Cultura, apresentou, nos dias 06 e 07 de dezembro de 2014, o espetáculo A Caligrafia de Dona Sofia, com os atores Dira Paes, Flavio Bauraqui e Carlos Careqa, trilha sonora de Sacha Amback, e direção e dramaturgia de Luciana Buarque. Com entrada gratuita, o projeto teve realização do Governo do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro e Casa França-Brasil, e patrocínio do Governo do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura, Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro e Citroen.

 

 

 

 

 

Nenhum comentário

Compartilhe


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *