Leituras

Rosane Muniz

ATELIER ABERTO NO FESTIVAL TELAS – SP

Acontece de hoje a domingo (11 a 15 de Novembro/2015) na Oca do Parque Ibirapuera, uma série de apresentações e círculos de diálogo sobre criação de cenografia, figurino, direção de arte, criação de personagem, incluindo adereços, objetos de cena, maquiagem, efeitos especiais e afins. Tudo isso, dentre muitas outras atividades, como parte do Festival Internacional de Televisão do Brasil.

2015-11-ATELIER ABERTO

O espaço para as apresentações ligadas à área cenográfica é chamado ATELIER ABERTO e tem curadoria da artista Nani Brisque, que faz parte desse universo de trabalho há mais de 20 anos. A rede envolve, como o nome do festival diz, profissionais atuantes na produção audiovisual. Mas, é claro que todo o conteúdo promete ser interessantíssimo para artistas de todas as áreas artísticas. Haverá também, inspirada na Quadrienal de Praga, uma mesa de portfólio à disposição de quem quiser levar os seus, sem prévia curadoria.

Em seu facebook, Nani Brisque faz o convite: “Faço e farei um convite especial aos colegas que não estão dentre os expositores, pois em uma rede de mais de 200 profissionais tive que fazer escolhas. E assim dedico todo respeito ao atuar da curadoria, pois não é simples. Para agregar todos estes profissionais, uma rede será mapeada com as devidas atuações e assim todos, todos estão convidados a participar, comparecer e trocar.”

CORRE LÁ porque a abertura será daqui a pouco, às 16h, com a presença do cineasta especializado em efeitos especiais, Kapel Furman; da figurinista Isabela Teles; do roteirista Eduardo Paiva e da integrante Ruth Takiya, que falarão sobre objetos de cena, bonecos, técnicas de animação e pixilation do projeto Cão Perdido. Às 19h inicia o primeiro Círculo de Diálogo, com a própria Nani Brisque apresentando o Atelier Aberto e debatendo com Kapel Furman, Pietro Schlager e Shiyozi Izuno.

Em paralelo, tem exposição com acervo gentilmente cedido pela TV Cultura – Fundação Padre Anchieta.

Todos os eventos são GRATUITOS e ABERTOS ao público.

O ATELIER ABERTO é uma co-realização da SPCINE, da CONVERGE Comunicações e da NONON Creaturas, criado em 2007 pela curadora do Atelier Aberto Nani Brisque e por Naná Lavander.

 

2015-11-ATELIER ABERTO

 

Programação completa:

Processos criativos

(16h às 18h)

 

DIA 11/11, quarta-feira

Eduardo Paiva – roteirista do projeto Cão Perdido  – objetos de cena e bonecos

Isabela Teles – figurino

Kapel Furman – cineasta especializado em efeitos especiais.

Ruth Takiya – integrante do projeto Cão Perdido   –  técnicas de animação e pixilation

DIA 12/11, quinta-feira

Beto de Souza – cenografia e criação de bonecos animáveis

Cris Decot – adereço e cenografia

Fábio Cardoso – criador do canal Cinema de Guerrilha de efeitos especiais

Guilherme Steger – produção de efeitos de especiais

DIA 13/11, sexta-feira

Carlos Gardin – figurino

Fábio Cardoso – criador do canal Cinema de Guerrilha de efeitos especiais

Luis Embrisi – adereços

Marcos Bertoni – criador do Cine Solitário, Dogma 2002 – cinema de reciclagem

Silvio Galvão – mock-ups, maquetes e efeitos especiais

DIA 14/11, sábado

Allan Torquato – cenotécnica

Inês Sacay – adereço

Julio Dojcsar – cenografia grafite e integrante do coletivo casadalapa

Maria Paula – escultura

Wagner Antonio – luz

DIA 15/11, domingo

Anatole Mirsky – design gráfico em cenografia de cinema

Antonio Freitas – cenografia

Fabian Alonso – cenografia e integrante do núcleo de criação Assalto Cultural

Julio Cesar de Souza – pintura de arte e integrante do Setor de Efeitos Especiais da Tv Cultura

Mirian Cassemiro – adereços e reutilização de materiais

 

——————————————

Círculos de diálogo

(19h às 21h)

 

DIA 11/11, quarta-feira

Nani Brisque – curadora e integrante da NONON Creaturas – apresentação do Atelier Aberto

Kapel Furman – cineasta de gênero fantástico e apresentador do programa Cinelab

Pietro Schlager – criação de personagens

Shiyozi Izuno – efeitos especiais

DIA 12/11, quinta-feira

Gert Seewald – cenografia

Marcos Bottassi – cenografia

Paula Iglecio – figurino

DIA 13/11, sexta-feira

Gal Gruman – tridimensionalizadora analógica

Lidia Yogui – cenários e bonecos em projetos lúdicos pedagógicos

Lu Bueno – direção de arte

Silvia Gandolfi – cenografia

DIA 14/11, sábado

Cris de Lamare – cenografia

Lu Moraes – caracterização

Marcelo Terni – cenário virtual

Nani Brisque – “Conectemos”,  a rede e o atelier aberto

 

Créditos (Equipe do Atelier Aberto)

 

Curadoria e cenografia

Nani Brisque

Colaboração curatorial

Lu Bueno / Pietro Schlager / Val Fernandes

Consultoria

Flavia Vivacqua

Produção de facilitação

Val Fernandes

Montagem

Alexandre Ribeiro / Raphael Franco / Fábio Faoma / Fabian Alonso / Ricardo Penino

Iluminação

Ney Gomes / Antonio Fonseca /ArmPro

Produção de audiovisual

Marta Madalon

Equipe de audiovisual

Patrick Torres / Leonardo Piacentini / Kleison Paiva

Mediação de mapeamento de rede

Bel Mattos

Agradecimentos

Lourenço Raposo / Lu Grecco / Siguer Ito e equipe / Renato Nery e equipe / Carla Monteiro / Fábio Tomazzini e equipe / Pado / Virgílio Negrão e equipe

Realização

SPCINE / CONVERGE Comunicações / NONON Creaturas

Apoio

Tv Cultura – Fundação Padre Anchieta

 

 

 

 

Nenhum comentário

Compartilhe


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *