Leituras

Rosane Muniz

4 NOVOS LIVROS: É COISA NOSSA!

Que maravilha!

É uma grande alegria saber que a bibliografia brasileira sobre o traje de cena cada vez aumenta mais! É a pesquisa e documentação no Brasil crescendo sem parar! É coisa nossa!

 

Quatro novos e importantes livros sobre traje de cena são lançados hoje e ampliam a biblioteca brasileira na área: "Dos Cadernos de Sophia Jobim", "O Traje de Cena como Documento", "Para Vestir a Cena Contemporânea" e " Figurino e Cenografia para Iniciantes".

Quatro novos e importantes livros sobre traje de cena são lançados hoje e ampliam a biblioteca brasileira na área: “Dos Cadernos de Sophia Jobim”, “O Traje de Cena como Documento”, “Para Vestir a Cena Contemporânea” e ” Figurino e Cenografia para Iniciantes”.

 

Sophia Jobim?                                                                                                 Dalmir Rogério?

É coisa nossa!                                                                                                  É coisa nossa!

Fausto Viana?                                                                                                  Kathia Castilho?

É coisa nossa!                                                                                                  É coisa nossa!

Isabel Italiano?                                                                                                Luciano Araújo?

É coisa nossa!                                                                                                  É coisa nossa!

Desiréé Bastos?                                                                                               Estação das Letras e Cores?

É coisa nossa!                                                                                                  É coisa nossa!

                                                         Mas o que vai, vai

                                                         Mas o que vai, vem

                                                         Mas o que vai, vai

                                                         Mas o que vai, vem…

 

É claro que ainda há muitos e muitos assuntos e documentos carentes de investigação e de publicação, mas é fato que os últimos 15 anos marcam um aumento nas pesquisas e escritos sobre o assunto (veja relação de publicações ao final da página)!

E hoje, 8 de Dezembro, comemoramos o encerramento de 2015 com o lançamento simultâneo de 4 livros sobre o traje de cena! Grande empenho do pesquisador e professor Fausto Viana, com apoio do Núcleo de Pesquisa Traje de Cena, Indumentária e Tecnologia da Universidade de São Paulo, lançados pela Editora Estação das Letras e Cores. Dois livros são de sua autoria: um, resultado de uma pesquisa de pós-doutorado que realizou na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); o outro, parte do seu doutoramento em Museologia, na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Lisboa, Portugal), defendido em 2010.

Mas ele não para por aí. As pesquisas são muitas e outras mãos vão se juntando para abrir mais caminhos. Um deles, é um trabalho que começou e continua sendo executado na Universidade de São Paulo: Passando a história para moldes – trajes históricos e seu uso nas artes e na moda. Deste estudo, a primeira publicação que sai é elaborada pela equipe formada por Viana com Isabel Italiano, Desirée Bastos e Luciano Araújo, com consultoria do Prof. Graham Cottenden, revelando a modelagem de trajes no Brasil do século XIX.

E por último, mas não menos importante, Viana registra, ao lado de Dalmir Rogério Pereira, a metodologia usada por eles no ensino de cenografia do curso de Artes Cênicas da Escola de Comunicação e Artes da USP. De forma simples, direta, mas poética, eles reuniram noções básicas, com dicas e sugestões de como iniciar na criação de um cenário ou figurino.

 

2015-12-8-LANÇAMENTO LIVROS FAUSTO VIANA

 

Veja um breve resumo de cada obra:

 

capa_SOPHIA_REVISADA.indd

Dos cadernos de Sophia Jobim: desenhos e estudos de história da moda e da indumentária (VIANA, Fausto. SP: Estação das Letras e Cores, 2015)

Embarcar em tarefas desafiadoras é com ele mesmo! Fausto Viana descobriu o arquivo da pesquisadora Sophia Jobim (1904- 1968) no Museu Histórico Nacional e mergulhou na investigação. São “mais de 6 mil documentos entre livros, 125 cadernos manuscritos, fotografias, ilustrações, trajes e acessórios”. E lá foi ele… fotografou , digitalizou e transcreveu um material fundamental que marca o legado desta professora tão apaixonada pela indumentária e em dar aulas. Sophia foi professora de indumentária histórica, contratada para o curso de Artes Decorativas da Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro (1949 a 1968). Esta disciplina é que daria origem, nos anos 1970, ao curso de Artes Cênicas – com habilitação em indumentária (EBA/UFRJ), que viria a ser o primeiro curso de formação de figurinistas de nível superior no Brasil.

O resultado da dedicação e determinação de Fausto é a sua pesquisa de pós-doutorado, junto ao Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da EBA/UFRJ, que agora ele transforma em fonte de pesquisa obrigatória para historiadores, estudantes de figurino e de moda, antropólogos e todos aqueles que desejam saber mais sobre a trajetória dessa professora, que se confunde com a das pesquisas em indumentária e moda no Brasil.

 

«««««

 capa_NÚCLEO_REVISADO.indd

O traje de cena como documento (VIANA, Fausto. SP: Estação das Letras e Cores, 2015)

Este livro revela de que maneira várias instituições do mundo (Japão, Inglaterra, França, Rússia, Portugal etc) cuidam da limpeza e higienização dos trajes, apresentando formas de conservação e armazenamento das peças. Pode também servir de guia para quem deseja visitar museus de moda e diferentes coleções de têxteis quando viaja. Ricamente ilustrado com imagens, entrevistas e textos explicativos, traz ainda um registro do que tem sido feito no Núcleo de Pesquisa de Traje de Cena, Indumentária e Tecnologia da Universidade de São Paulo e apresenta, em fotografias, boa parte do seu acervo, com fotos de trajes que fizeram a história do teatro paulista.

 

«««««

 Capa_Para Vestir a Cena_Final.indd

Para Vestir a Cena Contemporânea: moldes e moda no Brasil do século XIX (ITALIANO, Isabel; VIANA, Fausto; BASTOS, Desirée; ARAÚJO, Luciano. SP: Estação das Letras e Cores, 2015)

Os quatro professores saíram em uma aventura pelo Brasil, Portugal e Inglaterra, a fim de realizar uma pesquisa inédita: investigar trajes, modelagens e formas de costura usadas no Brasil do século XIX. Para estudar o corpo teórico do livro ou para arregaçar as mangas, seguir as instruções passo a passo e criar seus próprios trajes, usando as sugestões de tecidos, cores e modos de confecção. O estudo promete continuidade, com publicações de outros períodos históricos.

 

 

«««««

 

4-FAUSTO VIANA-FIGURINO E CENOGRAFIA PARA INICIANTES

Figurino e Cenografia para Iniciantes (VIANA, Fausto. PEREIRA, Dalmir R. SP: Estação das Letras e Cores, 2015)

O livro nasce da experiência prática dos autores em sala de aula, ensinando cenografia e figurino na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. Foi pensado para as pessoas que têm a vontade e o sonho de trabalhar com cenografia e figurino no teatro ou nas artes em geral e não sabem por onde começar.  Passo a passo, os autores vão construindo com o leitor o traje de cena e a cenografia, permitindo que através de ideias simples, ele expresse ideias que vão servir para o seu crescimento artístico e pessoal.

 

«««««

 

Os autores

FAUSTO VIANAFausto Viana

Pesquisador de indumentária, moda e trajes de cena. Professor de cenografia e indumentária na Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH) e na Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP. Doutor em Artes (USP) e em Museologia (. Fez Pós-doutorado em Conservação de Trajes e em Moda. *Ver suas publicações na lista abaixo.

 

 

Isabel ItalianoIsabel C. Italiano

Professora e pesquisadora no curso de Têxtil e Moda da Universidade de São Paulo. Realizou Pós-doutorado com enfoque em trajes do século XIX. Seus principais interesses de pesquisa estão relacionados à modelagem e confecção de trajes históricos para o desenvolvimento de trajes de cena e exposições.

 

 

Desiree

Desirée Bastos

Cenógrafa, Figurinista e Diretora de Arte. Mestre em Artes Visuais. Professora de técnicas de figurino na Escola de Belas Artes da UFRJ. Selecionada para expor seus figurinos na Quadrienal de Praga 2011 e World Stage Design 2013. Indicada aos prêmios de Melhor Figurino Zilka Sallaberry (2013) e FITA (2014).

 

 

Luciano AraújoLuciano Araújo

Pesquisador na área de desenvolvimento de software e análise de dados. Professor Doutor do curso de Sistemas de Informação da EACH/USP. Atua no desenvolvimento de sistemas para a área de Têxtil e Moda e, junto com o Prof. Fausto Viana e a Profa. Isabel Italiano, foi campeão mundial do Imagine Cup, da Microsoft, com o projeto Clothes for Me, plataforma que automatiza a geração de moldes personalizados, software usado neste livro.

 

DalmirDalmir Rogério Pereira

Cenógrafo e figurinista. Atua na área do teatro de formas animadas. Mes­tre e Doutorando em Artes Cênicas (ECA/USP), onde pesquisa o traje de cena no teatro de bonecos a partir do trabalho das companhias Royal de Luxe (França) e Giramundo (Brasil).

 

 

«««««

 

Com certeza não me lembrei de todas*, mas rapidamente registro aqui 35 publicações brasileiras dos últimos 15 anos que trazem reflexões, registros de trajes de cena:

 

Flávio Império [Regina Katz, Amélia Hamburguer. EDUSP, 1999];

Heróis e Bufões: o figurino encena [Samuel Abrantes. Ágora da Ilha, 2001];

Auleum: a quarta parede [José de Anchieta. A. Books, 2002];

Figurino: uma experiência na televisão [Adriana Leite, Lisette Guerra. Paz e Terra, 2002];

Marília Carneiro: no camarim das oito [Marília Carneiro; Carla Mühlhaus. Aeroplano, Senac, 2003];

Fantasias: desenhos de Flávio de Carvalho [Katia Canton. Martins Fontes, 2004];

Vestindo os Nus: o figurino em cena [Rosane Muniz, Ed. Senac, 2004];

Entre Tramas, Rendas e Fuxicos [Memória Globo, 2007];

Christian Lacroix: trajes de cena [Les Editions du Mécène, FAAP, 2009];

Introdução Histórica sobre Cenografia: os primeiros rascunhos [Campello Neto; Fausto Viana {org.}, 2010];

O Percurso Cenográfico de Campello Neto: uma vida dedicada à cenografia [Fausto Viana, 2010];

Brasil PQ’11: Quadrienal de Praga – Espaço e Design Cênico [Rosane Muniz {org.}. Funarte, 2011];

Diário das Escolas: cenografia PQ’11 [Fausto Viana {org}, Rosane Muniz {coord.}. Funarte, 2011];

Iconografia Teatral: acervos fotográficos de Walter Pinto e Eugênio Salvador [Filomena Chiaradia. Funarte, 2011];

Diário dos Pesquisadores: traje de cena [Fausto Viana; Rosane Muniz {orgs.}. Estação das Letras e Cores, 2012];

O Figurino Teatral e as Renovações do Século XX [Fausto Viana. Estação das Letras e Cores, 2012];

Costura Secreta [Amabilis de Jesus, Cristine Conde, Elenize Dezgeniski e Luciana Falcon. Curitiba, 2012];

Diário dos Futuros Pesquisadores [Fausto Viana e Carolina Bassi {orgs.}. Núcleo de Pesquisa Traje de Cena, ECA/USP, 2013];

Diário dos Futuros Pesquisadores 2 [Fausto Viana e Carolina Bassi {orgs.} Núcleo de Pesquisa Traje de Cena, ECA/USP, 2013];

O Design da Aparência de Atores e a Comunicação em Cena [Adriana Vaz Ramos. Senac, 2013];

A Evolução da Indumentária: subsídios para criação de figurino [Marie Louise Nery. Senac, 2013];

Cenografia Brasileira: notas de um cenógrafo [J. C. Serroni. SESC, 2013];

Cartas de Marear – impressões de viagem, caminhos de criação [Helio Eichbauer. Casa da Palavra, 2013];

O Trabalho do Figurinista: Projeto, Pesquisa e Criação. [Anderson Luiz de Souza, Wagner Ferraz. Ed. INDEPIn, 2013];

Samile Cunha: transconexões, memórias e heterodoxia [Samuel Abrantes. Rio Books, 2014]

Kalma Murtinho: figurinos. [Rita Murtinho, Carlos Gregório {orgs.}. Funarte, 2014];

Traje de Cena, Traje de Folguedo [Fausto Viana, Carolina Bassi de Moura {orgs.}. Estação das Letras e Cores, 2014];

Arte Em Cena – a direção de arte no cinema brasileiro [Vera Hamburguer. Senac, 2014];

Brasil: tudo por recomeçar – PQ’15 [Rosane Muniz {org.}. Funarte, 2015];

Brasil: LABirintos Compartilhados – PQ’15 [Sonia Paiva {coord.}. UnB, 2015];

Figurinos – Memória Dos 50 Anos do Tetro do Sesi – SP [J. C. Serroni. Sesi, 2015];

Dos cadernos de Sophia Jobim: desenhos e estudos de história da moda e da indumentária [Fausto Viana. Estação das Letras e Cores, 2015];

O Traje de Cena como Documento [Fausto Viana. Estação das Letras e Cores, 2015];

Para Vestir a Cena Contemporânea: moldes e moda no Brasil do século XIX [Isabel Italiano, Fausto Viana, Desirée Bastos e Luciano Araújo. Estação das Letras e Cores, 2015];

Cenografia e Figurino para Iniciantes [Fausto Viana, Dalmir Rogério Pereira. Estação das Letras e Cores, 2015];

Sem contar com as monografias e teses não publicadas, catálogos de exposições, artigos em revistas, muitos livros de moda etc

 

* Lembrou de mais? Acrescenta aí nos comentários!

 

Nenhum comentário

Compartilhe


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *